O Iguassu - Seu jornal de notícias em Foz do Iguaçu
Untitled Document
Untitled Document
Untitled Document

EDITORIAIS

Edições Anteriores
Política

COLUNISTAS

Carlos Bachtold
José Reis (Cazuza) - Nossa Voz
Untitled Document

ULTIMAS NOTICIAS

Nossa Voz
Quando a Educação se torna Insana e Nociva à Família
Edição 09-01
Edição 08-01
Edição 07-01
Edição 02-01
Edição 31-12
Untitled Document

ELES ESTÃO LENDO

ANUNCIEL1
Untitled Document

Untitled Document

Edição


FOZ DO IGUAÇU

Ação Social

FOZ TERÁ SEU PRIMEIRO RESTAURANTE POPULAR

Assinado contrato de comodato entre Prefeitura e Sindicato dos Empregados no Comércio para instalação do projeto do Restaurante Popular

A proposta de implantação em Foz do Iguaçu de um Restaurante Popular, onde as refeições terão um preço simbólico, começa a virar realidade. O local para instalação da estrutura está definido.

Será na sede do Sindicato dos Empregados no Comércio de Foz do Iguaçu (SINECOFI), que fica na rua Tiradentes, próximo à avenida JK, na área central da cidade. O contrato de comodato, em que o sindicato cede o imóvel de forma gratuita para a Prefeitura, pelo período de dez anos, já foi assinado.

É uma parceria que trará muitos benefícios a população iguaçuense. Assim, mais uma vez, o SINECOFI colaborada com a sociedade local.”, destacou o presidente daquele sindicato, vereador José Carlos das Neves (PROS), que também preside da Câmara Municipal de Vereadores.

O município será responsável pela manutenção e conservação do prédio. Também já está sendo preparada a licitação para a aquisição dos equipamentos e materiais necessários para a montagem do Restaurante Popular.

A sede do sindicato tem capacidade para 240 pessoas sentadas. Se o atendimento for prestado das 11 às 15 horas, será possível atender diariamente uma média de mil clientes, calculando que cada um demore cerca de 30 minutos para fazer a refeição.

O Restaurante Popular em Foz do Iguaçu vai se somar aos já existentes em Curitiba, Paranaguá, Ponta Grossa, Maringá e Toledo, entre as 17 unidades instaladas no estado. O objetivo é ofertar uma alimentação de qualidade, com um cardápio montado por nutricionista, servidos a valores que variam entre R$ 1 e R$ 2 reais. Grande parte dos alimentos servidos será fornecida por agricultores familiares.

O público alvo desse projeto, é o trabalhador que reside nos bairros mais distantes e atua na área central, e tem dificuldade de retornar para o almoço em casa. Será atendido também o público geral, além de estudantes e aposentados. (Com AMN)



BRASIL

Política

LEI ANTIDROGAS AVANÇA NO SENADO

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou na quarta-feira (29), o Projeto de Lei Complementar (PLC) 37/2013, que muda a Lei Antidrogas. Um dos pontos principais da proposta torna clara a diferença entre usuário e traficante.

Pelo texto, usuário é quem porta drogas em quantidade suficiente para consumir por até cinco dias. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ficará responsável por definir o volume da droga.

No texto, além de acatar sugestões de parlamentares, o relator da matéria, senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) considerou sugestões dadas pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Uma delas foi levar em conta avanços no debate sobre a descriminalização do uso de drogas.

Em meio à polêmica discussão sobre o uso medicinal da maconha e aos apelos de dezenas de mães que têm conseguido progressos no tratamento dos filhos com o uso de medicamentos à base de canabidiol (substância encontrada na maconha), o relator inovou. Valadares permite a importação de derivados da maconha para uso medicinal.

Optamos por seguir a tendência que já vem sendo encampada pelo Judiciário, que é permitir a importação de canabinóides para uso medicinal, em casos específicos de certas doenças graves.”

A autorização da importação será dada a pacientes ou a seus representantes legais em caso de tratamento de doenças graves. A liberação, no entanto, ficará sujeita prescrição médica e autorização da Anvisa.

Apesar de já ter sido aprovada na Câmara dos Deputados, a proposta ainda tem um longo caminho pela frente. Somente no Senado, o texto vai passar por mais quatro comissões: Educação, Cultura e Esporte; Assuntos Econômicos; Assuntos Sociais e Direitos Humanos. (Com Agência Brasil)


Assinante

Login:
Senha:
 
Esqueci a senha
Quero ser um assinante
Untitled Document

JORNAL ONLINE

Edição Atual
Untitled Document

ENQUETE

Participe da Enquete

Opine - Sobre a obra da Hidrelétrica do Baixo Iguaçu a ser construída a 1 Km do Parque Nacional:

Sou a favor
Sou contra
Desconheço
Preocupa
Afetará as Cataratas
Afetará o meio ambiente
É fundamental


Ver Resultado
Untitled Document

VIDEO EM DESTAQUE

BOM DIA BRASIL - Alexandre Garcia fala sobre Foz do Iguaçu como exemplo negativo ao comenta a situação da saúde no Brasil
Untitled Document

TWITANDO

Todos os direitos reservados para O Iguassu - oiguassu@oiguassu.com