O Iguassu - Seu jornal de notícias em Foz do Iguaçu
Untitled Document
Untitled Document
Untitled Document

EDITORIAIS

Edições Anteriores
Política

COLUNISTAS

Carlos Bachtold
José Reis (Cazuza) - Nossa Voz
Untitled Document

ULTIMAS NOTICIAS

Nossa Voz
Quando a Educação se torna Insana e Nociva à Família
Edição 09-01
Edição 08-01
Edição 07-01
Edição 02-01
Edição 31-12
Untitled Document

ELES ESTÃO LENDO

VIDAATIVA
Untitled Document

Untitled Document

Edição 22-10



BRASIL

Políica

TSE PUNE DILMA E AÉCIO E REDUZ TEMPO DE PROPAGANDA

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu punir os candidatos presidenciais com redução do tempo de propaganda eleitoral. Em causa está o uso desse tempo para ataques pessoais

Com os sucessivos ataques e acusações trocadas entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) desde o início das campanhas eleitorais de segundo turno para as eleições presidenciais, o TSE decidiu punir os candidatos com uma redução no tempo de propaganda eleitoral.

Para o tribunal, o tempo atribuído a cada candidato deverá ser usado para apresentar propostas concretas para o governo do Brasil. Nesse sentido, o tucano perde 2 minutos e 30 segundos no horário para televisão enquanto que a petista foi penalizada com menos 36 segundos.

Em relação a Aécio Neves, o TSE considerou que o uso das denúncias envolvendo o esquema da Petrobras foram um ataque direto à honra de Dilma Rousseff. Para o ministro Admar Gonzaga, “os ataques de natureza pessoal, veiculados na propaganda eleitoral dos contendores no pleito presidencial” obrigaram o tribunal a intervir, refere o UOL.

Quanto à candidata do PT, o TSE criticou a paródia criada pela campanha de Dilma com a música “Oh, Minas Gerais”, Estado governado pelo seu adversário na corrida presidencial. “Ainda que a propaganda não utilize expressões grosseiras, foi elaborada num tom jocoso, com o claro propósito de enfuscar a imagem do primeiro Representante. Destoa ela, portanto, da novel orientação desta eg. Corte”, comunicou Admar Gonzaga. (Com UOL)



PARANÁ

Política

RICHA MANDA FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DO PARANÁ REDUZIREM GASTOS EM 30%

Medida vale para todas as áreas do governo, menos educação e segurança. Corte será aplicado desde cópias de documentos a passagens e diárias

O governador Beto Richa autorizou nesta terça-feira (21) obras de infraestrutura urbana e aquisições de equipamentos para nove municípios: Assis Chateaubriand, Brasilândia do Sul, Campo Largo, Campo do Tenente, Francisco Alves, Palmeira, Rebouças, São Jorge do Ivai e Tamboara.

O investimento soma R$ 14 milhões e será aplicado em construção de calçadas, urbanização e pavimentação de vias, aquisição de equipamentos rodoviários, veículos para a área da saúde e para transporte de passageiros.

Na assinatura das licitações e homologações, o governador destacou a política de investir nas cidades para garantir vida melhor à população. “Essa é mais uma demonstração prática da boa parceria que temos com todos os municípios do Paraná, sem qualquer distinção”, afirmou Richa na solenidade realizada no Palácio Iguaçu, em Curitiba, com a presença dos prefeitos.

RECURSOS – Do total de recursos para estes nove municípios, R$ 12,34 milhões foram liberados pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), R$ 1,21 milhão pelo Programa de Aquisição de Máquinas e Equipamentos para as Prefeituras (Promap) e R$ 546 mil são a fundo perdido, com verbas do programa Calçadas do Paraná e transferências voluntárias da Secretaria de Desenvolvimento Urbano.

Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, irá pavimentar as ruas Canadá e Portugal. “O município é muito grande, extenso e histórico e precisa de asfalto. É importante termos uma fonte de recursos”, disse o prefeito Affonso Portugal Guimarães. (Com AEN)



FOZ DO IGUAÇU

Saúde

AIDS E VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

O aumento de casos de mulheres com AIDS e também vítimas de violência estarão em debate no encontro desta sexta (24) em Foz

Informação de qualidade é a grande aliada no trabalho e campanhas de prevenção a AIDS e também no combate a violência praticada contra as mulheres. Para orientar e debater esses temas será realizado nesta sexta-feira (24), das 9 às 17 horas, o VI Encontro sobre a Feminização da AIDS e Combate à Violência contra a Mulher.

O evento será no Hotel Foz do Iguaçu e na programação estão palestras sobre a saúde da mulher e as doenças sexualmente transmissíveis e ainda, indicadores da violência doméstica e sexual.

O encontro é uma promoção do Programa Municipal de DST AIDS Hepatites Virais e Tuberculose e o Núcleo de Ação Solidária à AIDS – Nasa. Cerca de 90 pessoas representando todos os setores da comunidade estão inscritas para o evento.

De acordo com os organizadores, levantamentos mostram que 31 anos após o surgimento da síndrome da imunodeficiência adquirida, cada dia a AIDS tem feições de mulher. Segundo as estatísticas em 1984, havia no Brasil 16 homens com AIDS, para cada mulher. Hoje há uma mulher para cada dois homens com a doença.

As palestras programadas para encontro vão tratar da importância de consultar regularmente o ginecologista e fazer o auto-exame de mama. Outro assunto será como lidar com a dificuldade de aceitação por parte do homem e também da mulher do uso do preservativo.

Como deve ser essa negociação entre o casal, principalmente o papel da mulher em convencer o marido da necessidade do preservativo na relação. Será enfatizado que esse uso deve ser prioridade em todos os aspectos do ato sexual.

Os movimentos e rede de apoio à mulheres violentadas, participarão do evento com advogados. Eles vão explicar sobre a Lei Maria da Penha e os direitos da mulher sofre violência no lar ou até mesmo vivendo em cárcere privado.

O objetivo é resgatar o respeitos e os valores da mulher, companheira, mãe, parceira de uma vida. Se busca dar um basta na violência cometida contra a mulher em casa, trabalho, meios de transportes, escolas, faculdades e nas ruas. A mulher tem de ser respeitada, é um ser humano e não objeto ou escrava de um homem, seus direitos existem e devem ser exercidos. (Com AMN)


Assinante

Login:
Senha:
 
Esqueci a senha
Quero ser um assinante
Untitled Document

JORNAL ONLINE

Edição Atual
Untitled Document

ENQUETE

Participe da Enquete

Opine - Sobre a obra da Hidrelétrica do Baixo Iguaçu a ser construída a 1 Km do Parque Nacional:

Sou a favor
Sou contra
Desconheço
Preocupa
Afetará as Cataratas
Afetará o meio ambiente
É fundamental


Ver Resultado
Untitled Document

VIDEO EM DESTAQUE

CORRUPÇÃO EM FOZ: POLÍCIA FEDERAL JÁ TERIA COMPROVADO AUTENTICIDADE DE VÍDEO QUE SAIU NO TRIBUNA DA MASSA
Untitled Document

TWITANDO

Todos os direitos reservados para O Iguassu - oiguassu@oiguassu.com